Reduza 50% do tempo de triagem de currículos com a inteligência artificial do Pandapé

Agende uma apresentação
Funcionalidades do Pandapé
Pandapé
Recrutamento e Seleção

Vídeo entrevista: dicas para avaliar melhor os candidatos

Vídeo entrevista: dicas para avaliar melhor os candidatos

Em processos de recrutamento e seleção a distância e digitais, a vídeo entrevista é principal forma de conhecer os candidatos. Com isso, saiba como fazer essa etapa de maneira eficiente

Durante a conversa por vídeo entrevista, mediada por uma tela seja de computador ou mesmo pelo celular, que candidatos e recrutadores se conhecem e entendem as expectativas de cada lado, a fim de tomar uma decisão mais assertiva.   

Na era da tecnologia, tornou-se fundamental digitalizar os processos e agregar ferramentas que facilitem a rotina do RH, entre elas, recursos para a atividade remota, como a vídeo entrevista

Dessa forma, o recrutamento digital – e a vídeo entrevista – vem sendo colocado em prática na rotina das empresas que desejam continuar contratando de maneira eficiente e prática.

Logo, é nesse cenário que a equipe de recursos humanos encontra novos desafios, entre eles proporcionar uma boa experiência do candidato no recrutamento, fazer o onboarding digital ou como avaliar o candidato durante a vídeo entrevista, tema para discutirmos neste artigo.

O que é a vídeo entrevista?

A vídeo entrevista é uma prática que faz parte das inúmeras possibilidades de um recrutamento digital para facilitar o dia a dia de recrutadores.

Nesse cenário, a vídeo entrevista torna o processo seletivo mais rápido e econômico. Porém, mantendo a qualidade e os resultados do recrutamento presencial.

O processo de vídeo entrevista pode ocorrer de duas formas:

  • Solicitação de vídeos gravados

Nesse formato de vídeo entrevista, o candidato envia um vídeo respondendo às perguntas solicitadas pelo setor de recursos humanos ou fazendo uma apresentação pessoal.

O tempo de duração da vídeo entrevista é pré-determinado pelo recrutador e, em algumas plataformas, é permitido gravar o vídeo apenas uma vez com o envio automático, a fim de garantir a espontaneidade do candidato.

  • Realização da vídeo entrevista em tempo real

Esse é o modelo de vídeo entrevista que vamos abordar ao longo do artigo.

A entrevista por vídeo ocorre ao vivo e, caso seja realizada via software de recrutamento e seleção, ficará registrada na plataforma para futuras consultas.

O formato ao vivo de vídeo entrevista é o que mais se aproxima do processo presencial. Pois, o recrutador conduz a entrevista da forma que achar mais adequado, direcionando perguntas de acordo com a necessidade, e avaliando, inclusive, as reações do candidato.

Nos dois tipos de vídeo entrevista, é importante que o RH oriente os candidatos com dicas como:

  • Instruções de posicionamento de câmera;
  • Iluminação;
  • Conexão de internet;
  • Postura similar conforme a do presencial.

Ou seja, ao adotar o recrutamento digital, os profissionais de recursos humanos precisam estar atentos também as condições de cada candidato referente aos equipamentos necessários e as interrupções que podem acontecer. Lembre-se, é preciso ser ainda mais empático.

Como fazer uma vídeo entrevista assertiva

Para os recrutadores que estão acostumados com o contato direto com os talentos, a vídeo entrevista é uma realidade nova. Por isso, muitos podem sentir dificuldades para conhecer e interpretar o perfil dos candidatos por meio do recrutamento digital.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para conduzir a vídeo entrevista de forma mais assertiva, sem comprometer a qualidade do processo seletivo.

Valem lembrar que, nas primeiras vídeo entrevistas conduzidas nesse modelo, alguns profissionais do setor de recursos humanos podem sentir a necessidade de realizar uma conversa mais longa. A fim de conhecer melhor o candidato e fazer uma leitura corporal mais precisa, isso é comum, mas com a prática o processo tende a ser mais simples.

O que considerar ao avaliar os candidatos na vídeo entrevista?

Alguns pontos básicos são fundamentais em qualquer entrevista, são eles:

Pontualidade

O senso de responsabilidade de um candidato pode ser avaliado pela pontualidade ao participar de um processo seletivo. Com a vídeo entrevista não é diferente, por isso é importante observar a pontualidade para iniciar a conversa.

Sabemos que imprevistos acontecem, mas devem ser comunicados com antecedência. Uma das principais formas de evitar os problemas técnicos, que são recorrentes, é verificar equipamentos e conexão antes do horário agendado.   

Apresentação pessoal

Os processos seletivos feitos a distância são tão importantes quanto os presenciais, por isso os candidatos precisam se atentar também a apresentação pessoal. Por isso é importante se vestir adequadamente para o momento, mostrando o comprometimento com a oportunidade e profissionalismo.

Isso não quer dizer que o candidato precisa estar de roupa social, mas detalhes como roupas amassadas ou sujas, cores chamativas, cabelos desalinhados são pontos para levar em consideração.

Escolha do local para a chamada

O local escolhido para realizar a entrevista também deve ser observado. Nem sempre o candidato terá um escritório para a ocasião, mas é necessário que o ambiente seja silencioso e bem iluminado.

Observe esses pequenos cuidados que o candidato leva em consideração, mostrando assim o interesse na vaga e a preocupação para passar uma imagem positiva.

Preparação para a entrevista

Antes de tudo, tenha em mente que esse é um ponto que deve ser considerado tanto no momento de avaliar quanto ao conduzir o processo.

Ao recrutador, cabe entender exatamente quais são as necessidades para a vaga disponível e quais as competências que o candidato deve apresentar. Não se esqueça de conferir esses pontos com o solicitante da vaga.

Por parte da avaliação, o RH deve considerar quais são as informações que deseja transmitir ao candidato. Contar com um roteiro de entrevista pode ser uma solução para conduzir um bom processo.

Agora, por parte do candidato, é nesse momento que o recrutador consegue analisar o seu entusiasmo com a vaga e preparo para a essa etapa. Afinal, um profissional que pesquisa e conhece sobre a empresa se mostra com maior interesse na oportunidade.

Postura profissional

A vídeo entrevista é uma excelente oportunidade para mostrar suas habilidades e competências e os candidatos devem aproveitar esse momento. Por estar em casa, muitos profissionais se sentem mais seguros e a vontade para expressar sua personalidade.

Mas, cabe ao recrutador conduzir a conversa para não perder o foco e manter a postura profissional. Em um processo digital é preciso ter um equilíbrio entre promover um clima agradável e a seriedade necessária da vídeo entrevista.

Comunicação verbal

Esse é um ponto que ajuda a analisar a desenvoltura do candidato, mesmo em uma entrevista por vídeo. Por isso, ao criar um ambiente confortável para o profissional se apresentar é importante que ele tenha o domínio da linguagem ao desenvolver suas colocações.

É necessário apresentar clareza e objetividade na comunicação, ou seja, transmitir um pensamento e se fazer entender. A ausência dessas características ajuda os recrutadores a perceber se o candidato está nervoso ou até mesmo sendo incoerente.

Comportamento e linguagem não verbal

Aqui, podemos pensar em alguns aspectos importantes para o RH, como: expressões faciais, gesticulações, o olhar e até mesmo movimentos involuntários.

Embora durante a vídeo entrevista não seja possível observar completamente a linguagem corporal dos candidatos, é possível observar:

  • Postura dos ombros: quando curvados podem indicar insegurança;
  • Braços cruzados: mostram a falta de paciência ou desinteresse;
  • inclinações corporais;
  • Uso das mãos: quando o candidato apresenta interesse pelo assunto abordado;
  • Tranquilidade ao falar.

Esses são alguns pontos que não podem deixar de ser avaliados durante uma vídeo entrevista. Apesar da limitação da tela, ainda é possível detectar diversas reações, por isso aproveite para analisar esses aspectos em cada pergunta e situação apresentada.

O tom de voz também é um indicador importante para medir a interação e entusiasmo do candidato durante a vídeo entrevista, e pode demonstrar o grau de interesse no assunto e oportunidade. 

Experiências e conhecimentos técnicos

O momento da entrevista é a oportunidade para conhecer melhor as competências profissionais dos candidatos. Então, durante a vídeo entrevista os recrutadores devem explorar as informações apresentadas nos currículos e os dados captados nos testes online.

Aprofunde o assunto de acordo com os conhecimentos apresentados, a maneira como o candidato aborda cada tema mostra o nível de domínio sobre as competências. Logo, esses questionamentos, agregados ao comportamento corporal, auxiliam os recrutadores a constatar se todas as informações do currículo são verdadeiras. 

Além disso, questionar sobre as experiências passadas é válido para saber como aquele profissional enfrenta situações do dia a dia. Essa é a melhor forma de entender se o candidato se encaixa no ritmo da empresa.

candidato ideal - vídeo entrevista

Tecnologia certa para obter os melhores resultados

Para realizar uma vídeo entrevista de qualidade o setor de recursos humanos deve contar com sistemas próprios para recrutamento e seleção, como Pandapé ATS.

No software desenvolvido pelo Infojobs é possível marcar a vídeo entrevista de forma automática com os candidatos mais aderentes as vagas e envolver os gestores.

Outra vantagem, é a possibilidade de acessar o conteúdo da vídeo entrevista a qualquer momento, com isso o recrutador pode analisar tecnicamente cada momento e observar todos os detalhes para uma contratação assertiva.

Além disso, com um ATS também é possível aplicar testes e avaliações personalizadas, para que o candidato passe por filtros de triagens automáticos, antes de chegar a vídeo entrevista. O Pandapé digitaliza e centraliza todas as informações dos processos seletivos, promovendo economia de tempo e recursos da área de recrutamento. 

Para recrutar remotamente não é necessário reinventar a abordagem feita com os candidatos, apenas adaptá-las e treinar o olhar da equipe de recursos humanos para as novas situações estabelecidas pela vídeo entrevista.

Com os processos tecnológicos, como a vídeo entrevista, as dinâmicas de contratação se tornam mais ágeis e econômicas, devido a ausência de necessidade de deslocamento, por exemplo.

Conheça o Pandapé ATS e saiba como otimizar os seus processos seletivo!

Software de recrutamento e seleção