[Webinar Best WorkPlaces 2024] Os segredos para o Employer Branding de sucesso

Garanta sua vaga
Recursos Humanos

Qual o papel do RH na sustentabilidade?

Qual o papel do RH na sustentabilidade?

Você pode se perguntar: “Como o RH se relaciona com a sustentabilidade?”. A resposta está aqui. Ao longo dos anos, o RH ampliou suas responsabilidades, tornando-se um setor estratégico.

Apesar de manter seu foco essencial no cuidado com as pessoas, o RH incorporou preocupações adicionais, especialmente aquelas que impactam o desenvolvimento global da empresa.

Um RH estratégico permanece atento à visão do negócio, à sua posição junto aos colaboradores e ao mercado. Isso inclui a promoção de ações sustentáveis, destacando-se como uma área capaz de contribuir para o desenvolvimento de empresas socialmente conscientes.

Neste artigo, exploraremos a sustentabilidade e como o RH desempenha um papel crucial na sua integração nas organizações. Acompanhe para entender melhor!

O que é sustentabilidade?

Quando o assunto é sustentabilidade, é comum que as pessoas o relacionem às questões de meio ambiente, exploração de recursos naturais, poluição, entre outros. O conceito tem a ver com esses temas citados, entretanto, também vai muito além disso.

A sustentabilidade chama atenção para a promoção de ações que ajudem a atender as necessidades do dia a dia das pessoas, sem prejudicar o meio ambiente e, consequentemente, sem comprometer os recursos naturais do futuro.

Quando se trata de sustentabilidade empresarial, quer dizer que a empresa pensa e aplica ações que vão beneficiar não só o seu trabalho, como aquilo que pode ajudar o planeta.

esg e rh

Por que a sustentabilidade é um tema cada vez mais abordado pelas empresas?

Um dos principais objetivos da ONU (Organização das Nações Unidas) nos próximos anos é conscientizar e aplicar ações sustentáveis em grande parte dos países. Para isso, é necessário que, principalmente, grandes empresas, estejam também empenhadas nesses esforços.

No entanto, abordar a sustentabilidade e as soluções para se adequar a ela não é um papel só de grandes instituições, mas de toda e qualquer companhia que se importe com causas ambientais e com o futuro do planeta.

Além de ser um tema de impacto social, e que pode ainda gerar economia para o negócio, os motivos pelos quais as empresas têm se tornado mais sustentáveis não param por aí.

De acordo com uma pesquisa da Opinion Box, 33% dos entrevistados acham a sustentabilidade de uma empresa um fator muito importante na hora de comprar um produto ou serviço. 

Além disso, 55% dos respondentes afirmam dar preferência às marcas sustentáveis. Portanto, como diz uma frase conhecida: “Bom para o planeta, bom para os negócios”.

Qual a vantagem de tornar as empresas mais sustentáveis?

Como citado anteriormente, o principal benefício de tornar uma instituição mais sustentável está em sua contribuição para o meio ambiente. Mas, além disso, há também muitos outros atrativos nessa escolha, como:

Vantagem competitiva

As pesquisas mostram que tanto clientes como candidatos preferem se relacionar com empresas que se comprometem com a redução dos impactos ambientais. 

Dessa forma, a empresa que investe nesse tipo de cuidado social, cria uma imagem mais positiva diante do mercado.

Fortalecimento da cultura

Se você já ouviu a frase “liderar pelo exemplo”, sabe o quanto as atitudes de uma empresa refletem no comportamento dos seus colaboradores. 

Sendo assim, ações voltadas à sustentabilidade tendem a criar uma cultura similar em cada indivíduo e ajudam a fortalecer um valor em comum dentro da instituição.

Redução de custos

O desejo da maioria das empresas é tornar os seus processos mais econômicos sem perder em resultados. 

O que muitos não sabem é que pensar em sustentabilidade pode ser um impulsionamento para a redução de custos com papel, água, energia, uso de equipamentos e muitos outros.

Como o RH pode colaborar para uma empresa sustentável?

Agora que você já sabe a importância da sustentabilidade dentro e fora das empresas, é hora de saber como implementá-la.

Existem algumas etapas que podem ser investidas, entre elas:

  • Eliminar o uso de papel;
  • Investir na digitalização de arquivos;
  • Evitar o uso de utensílios de plásticos;
  • Pensar em saídas de mobilidade urbana, como por exemplo a migração de alguns colaboradores para o home office total ou parcial.

Além dos pontos citados acima, é muito importante ainda que o RH invista em treinamentos para as lideranças com o tema da sustentabilidade. 

Esses projetos também podem e devem se estender a todos em forma de ações colaborativas e que podem até promover recompensas internas. Tudo isso ajuda a criar o uso consciente dos recursos e também a melhorar o clima organizacional.

Tecnologia e sustentabilidade

A tecnologia chegou para mudar de forma significativa muitas atividades e comportamentos, e no setor de recursos humanos não foi diferente.

Além de promover uma revolução nos processos burocráticos do RH, principalmente no que se trata do recrutamento e seleção, a tecnologia também se mostrou uma grande aliada para tornar a área mais sustentável.

Observe que, hoje em dia, a maioria das empresas já dispensa o recebimento de currículos de papel, reduzindo assim o desmatamento e ainda se adequando à obrigatoriedade da LGPD

Além disso, grande parte dos recrutadores já não utilizam mais fichas impressas para aplicar testes nos candidatos, uma vez que esses são realizados por meio de softwares de recrutamento e seleção.

Ações simples como essas são indispensáveis atualmente para empresas que desejam investir em sustentabilidade e também melhorar os seus processos. 


Para isso, elas contam com ATS como o Pandapé, que promove a digitalização do RH, a economia de recursos e ajuda a companhia a se tornar mais sustentável e competitiva.